Atas das Sessões Plenárias

Ata da 218ª Sessão Ordinária do sétimo período de Legislatura da Câmara Municipal de Cantagalo

Ata da 218ª Sessão Ordinária do sétimo período de Legislatura da Câmara Municipal de Cantagalo, Estado do Rio de Janeiro, realizada aos sete dias do mês de abril de dois mil e dezesseis, às dezoito horas e trinta minutos, sob a Presidência do Vereador Homero Ecard Roque e que contou com a presença dos Vereadores Antônio Geraldo Moura Lima, Carlos Tadeu da Silva Leite, Emanuela Teixeira Silva, Jorge Carlos Carvalho Quindeler, José Augusto Filho, Rafael Silva Carvalhaes e Renata Huguenin de Souza a exceção dos Vereadores Ciro Fernandes Pinto, Ocimar Merim Ladeira e Sebastião Carvalho Cesário. Em seguida, o presidente convidou o Ver. Carlos Tadeu da Silva Leite para compor a Mesa como 1º Secretário, solicitando a seguir do assessor de comunicação à leitura da Ata da 213ª Sessão Ordinária e após sua leitura, em votação, obteve aprovação por unanimidade. A seguir, o presidente solicitou a leitura do expediente recebido que constou do seguinte: PODER EXECUTIVO: Ofício n.º 015/2016; Mensagem n.º 007/2016; MATÉRIA PARA DISCUSSÃO E VOTAÇÃO: Requerimento n.º 005/2016, para única discussão e votação; Projeto de Lei n.º 001/2016, para única discussão e votação. Em seguida o presidente convidou a todos, para de pé, acompanhar a leitura do Evangelho de Jesus Cristo, segundo João, Capítulo 03, Vers. 7b-15. Em seguida, segundo a ordem de inscrição, fez uso da palavra o Ver. José Augusto Filho para falar que hoje é o Dia Mundial da Saúde, e basicamente não se ouviu falar sobre isso hoje. Relatou que uma profissional da área da saúde lhe disse que ia transferir seu título para Cordeiro, porque não tem uma dipirona para o paciente, não tem remédios das receitas para ser entregues, ficam sofrendo pressão, enfim, é o que os profissionais estão passando. Então, é triste para ele como vereador falar do Dia Mundial da Saúde, quando na verdade a nossa saúde está doente. Ressaltou que o governador do nosso estado está doente e temos que rezar por ele, mas uma grande autoridade quando fala da saúde elogia o SUS, mas ele nunca vai depender do SUS, porque ele começou o tratamento de quimioterapia numa quinta-feira de feriado, enquanto nós levaríamos três meses para o diagnóstico e mais três meses para arrumar uma vaga, então, como vereador deixa registrada sua indignação com relação á saúde não só do país como do nosso município, porque tudo que a pessoa vai fazer hoje tem que ser feito através de medida judicial, então, é um absurdo e uma covardia. Em sua opinião, as autoridades não se pronunciaram sobre o Dia Mundial da Saúde, por conta da vergonha do nosso país, do nosso estado, e não deixa de ser diferente no nosso município. Dando sequência aos trabalhos o presidente passou para ordem do dia colocando em única discussão e votação o Requerimento n.º 005/2015, de autoria da Mesa Executiva da Câmara. Após discussão, em votação o requerimento em tela obteve aprovação em única discussão e votação por unanimidade dos presentes. Finalizando, foi colocado em única discussão e votação o Projeto de Lei n.º 001/2016, que Dispõe sobre nova redação do § 2º do Art. 1º, da Lei nº 740/2006, de 03/04/06, de autoria do Poder Executivo. Após ampla discussão, em votação o projeto obteve aprovação em única discussão e votação por unanimidade dos presentes. Nada mais havendo a ser tratado, o presidente anunciou para ordem do dia da próxima sessão o Projeto de Lei n.º 049/2015, para única discussão e votação. Agradeceu a presença de todos, e deu por encerrada a sessão, que para constar eu, Carlos Tadeu da Silva Leite, 1º Secretário lavrei a presente ata que vai por mim assinada, pelo Presidente e pelo 2º Secretário. Sala das Sessões Patrono Cívico Tiradentes, em 07 de abril de 2016.

Tags:

Deixe seu Comentário

Recent Works

Back-To-Top