Atas das Sessões Plenárias

Ata da 58ª Sessão Ordinária do segundo período de Legislatura da Câmara Municipal de Cantagalo, Estado do Rio de Janeiro

Ata da 58ª Sessão Ordinária do segundo período de Legislatura da Câmara Municipal de Cantagalo, Estado do Rio de Janeiro

Ata da 58ª Sessão Ordinária do segundo período de Legislatura da Câmara Municipal de Cantagalo, Estado do Rio de Janeiro, realizada aos vinte e nove dias do mês de outubro de 2013, às 18 horas e trinta minutos, sito sob a Presidência da Vereadora Renata Huguenin de Souza e que contou com a presença dos Vereadores Antônio Geraldo Moura Lima, Carlos Tadeu da Silva Leite, Ciro Fernandes Pinto, Emanuela Teixeira Silva, Homero Ecard Roque, José Augusto Filho, Ocimar Merim Ladeira, Rafael Silva Carvalhaes e Sebastião Carvalho Cesário a exceção do Ver. Jorge Carlos Carvalho Quindeler. Em seguida, a Presidente solicitou ao assessor de comunicação à leitura da ata da sessão anterior, que após ser lida, obteve aprovação por unanimidade dos presentes. Na sequência, a Presidente solicitou a leitura do expediente recebido que constou do seguinte: PODER EXECUTIVO: Mensagem n.º 037/2013; PODER LEGISLATIVO: Projeto de Resolução n.º 009/2013, do Ver. Ocimar M. Ladeira; Parecer da Comissão de Constituição, Justiça e Redação Final ao Projeto de Lei n.º 057/2013; Parecer da Comissão de Finanças, Orçamento e Fiscalização; EXPEDIENTES DIVERSOS: Ofício IPAM n.º 243/2013; MATÉRIA PARA DISCUSSÃO E VOTAÇÃO: Projeto de Veto n.º 002/2013, para única discussão e votação. Em seguida, a Presidente convidou a todos para de pé acompanharem a leitura do Evangelho de Jesus Cristo, segundo Lucas Capítulo 13, Vers. 18-21. Em seguida, segundo a ordem de inscrição, fez uso da palavra o Rafael Carvalhaes para justificar sua falta à sessão na semana passada, pois teve um problema de saúde na família e acompanhou sua mãe a Nova Friburgo, e não deu tempo para vir à sessão. Em seguida, fez uso da Tribuna o Ver. José Augusto Filho para parabenizar os servidores públicos municipais e demais servidores do município e do estado, servidores públicos do qual tem a honra de há vinte e nove anos participar deste quadro, o que muito lhe honra, e agora a um ano, se tornou mais uma vez servidor público. Ressaltou que viu na internet hoje uma frase com a qual concordou, “político não é autoridade é servidor público”, trabalha para o povo, é pago pelo povo, ninguém tem que bajular politico, tem que cobrar trabalho. Então, hoje só queria parabenizar os servidores públicos, lembrando que a Casa tem seis servidores públicos compondo a mesma como vereadores, razão pela qual, parabenizou a todos. Em aparte, o Ver. Ciro Fernandes agradeceu a homenagem, pois também é servidor municipal, e disse que leu também uma frase interessante, que diz “o dia que o brasileiro aprender que politico não é ídolo e é empregado dele, o país vai ser muito melhor”, por essa razão, parabenizou os servidores públicos também. Em outro aparte, o Ver. Tadeu Leite parabenizou os servidores públicos, e lembrou que ontem também foi o dia de São Judas Tadeu e aquele que se apega a ele chega a qualquer lugar. Também em aparte, o Ver. Ocimar Ladeira parabenizou o vereador pela lembrança, pois além de vereador é servidor público municipal, parabenizando também, os servidores da câmara pela passagem do dia do servidor. Ainda em aparte, a vereadora Emanuela parabenizou o vereador aparteado pelas sábias palavras, porque o servidor está em primeiro lugar, não tem o político, o prefeito passa, mas o servidor está ai no dia a dia, inclusive hoje houve uma recepção para o pessoal da câmara, e deu os parabéns, porque sem eles a câmara não anda, os vereadores passam, mas os servidores continuam. Em aparte, o Ver. Homero parabenizou o vereador pela lembrança, pois ele também é servidor, e aproveitou para parabenizar a presidente pela recepção feita aos servidores hoje, pois foi uma bela confraternização onde todos foram convidados. Retornando a sua oratória, o Ver. José Augusto lembrou que o ex-presidente Lula foi homenageado hoje, e ele disse passaram por lá vários presidente com diploma universitário debaixo do braço, mas ele e o vice-presidente estiveram nos dois mandatos e não tem um diploma debaixo do braço, mas foram os que mais criaram universidades no país. Disse também, que o presidente lembrou que, o politico é um servidor público, porém com a diferença de que o servidor público faz um concurso, mas o servidor politico tem uma dificuldade maior, porque ele tem só quatro anos, ele tem hora de entrar e hora de sair, se ele não for um bom servidor o povo o tira, então, essa frase do ex-presidente Lula também o marcou. Dando sequência aos trabalhos, a presidente passou para Ordem do Dia colocando em única discussão e votação o Projeto de Veto n.º 002/2013, que dispõe sobre Veto Parcial ao Projeto de Lei n.º 018/2013, que Dispõe sobre a Atividade de Comércio Ambulante no Município de Cantagalo, de autoria do Poder Executivo. Não havendo quem quisesse discutir, em votação o projeto de veto foi aprovado por unanimidade dos presentes. Nada mais havendo a ser tratado, a Presidente anunciou para Ordem do Dia da próxima sessão, o Projeto de Lei n.º 057/2013, para única discussão e votação. Agradecendo a presença de todos, deu por encerrada a sessão, que, para constar eu, Antônio Geraldo Moura Lima, 1º Secretário lavrei a presente ata que vai por mim assinada, pelo Presidente e pelo 2º Secretário. Sala das Sessões Patrono Cívico Tiradentes, em 29 de outubro de 2013.

Recent Works

Back-To-Top