Atas das Sessões Plenárias

Ata da 155ª Sessão Ordinária do quinto período de Legislatura da Câmara Municipal de Cantagalo

Ata da 155ª Sessão Ordinária do quinto período de Legislatura da Câmara Municipal de Cantagalo, Estado do Rio de Janeiro, realizada aos vinte e um dias do mês de maio de dois mil e quinze, às dezoito horas e trinta minutos, sob a Presidência do Vereador Homero Ecard Roque e que contou com a presença dos Vereadores Antônio Geraldo Moura Lima, Carlos Tadeu da Silva Leite, Jorge Carlos Carvalho Quindeler, José Augusto Filho, Rafael Silva Carvalhaes a exceção dos Vereadores Ciro Fernandes Pinto, Ocimar Merim Ladeira, Renata Huguenin de Souza e Sebastião Carvalho Cesário. Em seguida, o presidente convidou o Ver. Rafael Silva Carvalhaes para compor a 1ª Secretaria, comunicando após isso, que não foi possível confeccionar a ata da sessão anterior, que será lida na próxima sessão. A seguir, o presidente solicitou a leitura do expediente recebido que constou do seguinte: PODER EXECUTIVO: Ofícios n.º 038e 191/2015; PODER LEGISLATIVO: Parecer da Comissão de Constituição, Justiça e Redação Final, ao Projeto de Lei n.º 019/2015; Requerimento n.º 020/2015, do Ver. Carlos T. da Silva Leite; Indicação n.º 012/2015, da Vereadora Emanuela T. Silva. Em seguida, o presidente convidou a todos, para de pé, acompanhar a leitura do Evangelho de Jesus Cristo, segundo João Capítulo 17, Vers.20-26. Em seguida, segundo a ordem de inscrição, fez uso da palavra a Vereadora Emanuela Silva para comentar sua indicação que solicita quebra molas para a Vila de Campo Alegre, no trecho da estrada RJ-170 que, fica entre a Escola Municipal Joarez da Conceição Bom e a Igreja de São José. Justificou que, vem recebendo reclamações de moradores relacionadas à alta velocidade dos carros que trafegam naquela região, causando enormes riscos de acidentes não só para a os pedestres, como também para os animais de estimação dos moradores, como já aconteceu com o atropelamento de quatro cães, e poderia ser uma criança. Então, para que isso não continue acontecer, espera que o Poder Executivo possa atender a sua indicação, que é simples, mas pode salvar vidas. Continuando, a vereadora disse que ficou muito feliz de saber, que está ligada diretamente a comunidade de Porto Marinho, mas sabe que Floresta e Euclidelândia estão em festa, e mesmo sabendo que a prefeitura não ajudou, a comunidade se juntou e as festas serão realizadas. Amanhã tem a parte religiosa de Porto Marinho, sábado tem Motocross, domingo têm cavalgada, então, mesmos com dificuldades as comunidades estão se juntando e realizando as festas que são tradicionais e não podemos deixar acabar. Em aparte, o Ver. Tadeu Leite parabenizou a vereadora pela indicação, também frequenta Campo Alegre e sabe da necessidade, e como ela mesma disse, é uma coisa simples que pode ser resolvido o mais rápido possível. Sobre a festa do Paraíba e da Floresta, amanhã terá alvorada na Floresta a partir das cinco e meia da manhã, além dos festejos e a procissão. Aproveitou para parabenizar todos os jovens, todas as pessoas do seu distrito e munícipes em geral por ter se unido para acontecer à festa, porque os distritos foram avisados praticamente em cima da hora que o município não ia oferecer nenhuma ajuda financeira. Em outro aparte, o Ver. Rafael Carvalhaes disse que nos momentos de adversidade os brasileiros tem esse perfil de se unir, e a festa está voltando a sua essência, porque ela começou dessa forma. A partir do momento que o órgão público chegou junto que a festa foi perdendo um pouco essa participação do povo, então, esse ano vai acontecer exatamente o que acontecia no começo das festas, então, parabenizou o povo das comunidades de Paraíba, Floresta e Euclidelândia pela união e realização das festas. Retornando a sua falação, a Vereadora Emanuela disse que realmente não é porque a prefeitura não vai fazer que, as festas não acontecerão, elas serão simples, mas serão feitas com o coração, poderiam ser com shows mais caros, mas vai ser com músicos da comunidade, serão festas simples, mas com certeza serão com o coração. Na sequência, fez uso da palavra o Ver. José Augusto Filho para falar que das aproximadas cem ou mais indicações que fez como vereador, fez uma para colocação de câmeras de seguranças em pontos estratégicos de bairros e ruas de Cantagalo. Houve vários casos de colocação de fogo em carros no Bairro São José, e na noite passada o incidente voltou a acontecer. Se tivesse uma câmera de segurança em um ponto estratégico facilitaria a vida da polícia no sentido de saber que faz esse tipo de coisa. Quando saiu hoje para vir para esta Casa, a polícia estava lá fazendo a parte dela com carros e motos, parando as pessoas, inclusive o pararam e pediram documentos, o qual mostrou com o maior prazer, mas o poder público municipal tem que dar a sua parte de colaboração, que pode ter custo, mas há custos mais supérfluos dentro do poder público. Disse que se sua condição de saúde permitir comparecerá as três festas, porque as comunidades se uniram e fizeram esse trabalho que, só é melhor do que gastar duzentos e quarenta e seis mil com Vitor e Léo. Viu os cantores ter problema com som, tocar uma hora e levar duzentos e quarenta e seis mil, mas viu também o povo vibrando com outros shows pequenos que, talvez tenha custado dois ou três mil reais. Pode botar Zequinha Barbosa para tocar em três dias de festa dos pescadores no Paraíba que, vai lotar do mesmo jeito, mas é preciso que haja segurança, porque o comércio precisa das festas, mas nós precisamos que o município dê apoio com segurança e controle de trânsito. Finalizando, o Ver. José Augusto voltou a parabenizar o comando da PM, porque eles estão lá fazendo a parte deles, mas o nosso município precisa fazer a parte dele também, não adianta fazer só o dever da escola, tem que fazer o dever de casa também. Nada mais havendo a ser tratado o presidente anunciou para ordem do dia da próxima sessão, o Requerimento n.º 020/2015, para única discussão e votação. Agradeceu a presença de todos e deu por encerrada a sessão, que, para constar eu, Rafael Silva Carvalhaes, 1º Secretário lavrei a presente ata que vai por mim assinada, pelo Presidente e pelo 2º Secretário. Sala das Sessões Patrono Cívico Tiradentes, em 21 de maio de 2015.

Tags:

Deixe seu Comentário

Recent Works

Back-To-Top