Atas das Sessões Plenárias

Ata da 53ª Sessão Ordinária do segundo período de Legislatura da Câmara Municipal de Cantagalo, Estado do Rio de Janeiro

Ata da 53ª Sessão Ordinária do segundo período de Legislatura da Câmara Municipal de Cantagalo, Estado do Rio de Janeiro

Ata da 53ª Sessão Ordinária do segundo período de Legislatura da Câmara Municipal de Cantagalo, Estado do Rio de Janeiro, realizada aos oito dias do mês de outubro de 2013, às 18 horas e trinta minutos, sito sob a Presidência da Vereadora Renata Huguenin de Souza e que contou com a presença dos Vereadores Carlos Tadeu da Silva Leite, Ciro Fernandes Pinto, Emanuela Teixeira Silva, Homero Ecard Roque, José Augusto Filho, Jorge Carlos Carvalho Quindeler, Ocimar Merim Ladeira e Rafael Silva Carvalhaes a exceção dos Vereadores Antônio Geraldo Moura Lima e Sebastião Carvalho Cesário. Em seguida, a Presidente convidou o Ver. Ciro Fernandes Pinto para compor a Mesa como 1º Secretário, e após isso justificou que não foi possível confeccionar a ata da sessão anterior, que será lida na próxima sessão. Na sequência, a Presidente solicitou a leitura do expediente recebido que constou do seguinte: PODER EXECUTIVO: Mensagem n.º 034/2013; Ofícios n.ºs 048 e 207/2013; PODER LEGISLATIVO: Projeto de Lei n.º 068/2013; do Ver. Ciro Fernandes Pinto. Em seguida, a Presidente convidou a todos para de pé acompanharem a leitura do Evangelho de Jesus Cristo, segundo Lucas Capítulo 9, Vers.51-56. Em seguida, segundo a ordem de inscrição, fez uso da palavra o Ver. Rafael Carvalhaes para justificar sua falta à sessão itinerante de Euclidelândia, pois tem hérnia de disco e teve uma crise nos dias anteriores à sessão e naquele dia ainda continuava na crise. A seguir, o vereador ressaltou o trabalho da secretaria de obras, na limpeza da entrada do município, na altura da entrada do Bairro São José, na Quadra Rômulo de Oliveira, pois foi um trabalho muito bem feito, bem como a troca das manilhas na Rua Getúlio Vargas, próximo ao Cantagalo E. Clube, pois estava quebrada, entupida, então, uma obra simples, mas de grande importância para a cidade. Em aparte, a vereadora Emanuela também justificou sua falta à sessão itinerante, pois teve a perda de um rapaz de 29 anos no Paraíba e, por isso, não compareceu, mas a sessão itinerante é muito importante, e no ano que vem se Deus quiser estará lá. Em seguida, fez uso da Tribuna o Ver. Ocimar Ladeira para inicialmente parabenizar o Ver. Ciro pela moção apresentada ao IPAM, representado pela Darcília de Fátima. Continuando, o Ver. Ocimar comentou a festa de Campo Alegre, que contou com a presença dos vereadores José Augusto, Tadeu Leite, Emanuela, Jorge Quindeler e o vice Edivaldo, como proibiram falar o nome dos vereadores no palanque, está na tribuna para agradecer todos eles. Agradeceu também à polícia militar que, esteve lá os três dias, a festa correu bem, não teve tumulto, bem como, agradeceu também a prefeitura, a secretaria de turismo na pessoa do Rafael Jevaux, e ao Cleitinho e Jesse, organizadores do MotoCross, enfim, a festa foi bela. Em aparte, o Ver. José Augusto disse que no passado o vereador Ciro cobrava o fato de não se falar em nome da câmara municipal, e hoje, em sua opinião, por falta de ética do governo, proibiu a locução de registrar a presença do vereador, de quem quer que seja, seja qual for o vereador, deixando aqui o seu protesto por achar um extremo absurdo que se faça isso, porque os vereadores são autoridades e foram eleitos da mesma forma que o executivo foi eleito pelo povo, razão pela qual, solicitou a presidente que questione isso junto ao prefeito. Também em aparte, o Ver. Ciro Fernandes disse que ele passou por isso no governo passado, pois proibiram todos os vereadores de usar a palavra na festa dos trabalhadores de 1º de maio, só para que ele não falasse, então, não pode acreditar que isso continue no atual governo e que isso tenha partido do prefeito, isso por que, o prefeito trata todos muito bem com educação, razão pela qual, vai cobrar isso do prefeito, pois considera antiético. Ainda em aparte, o Ver. Tadeu Leite registrou que eles não querem promoção, mas como todos foram votados pelo povo, se sentem diminuídos diante dos chamados, porque lá se fala o nome do prefeito, do vice-prefeito, dos secretários que organizam a festa, então, parece que eles não estão no lugar que deveriam estar, na verdade se sentem excluídos, porque representam o povo. Em seguida, o vereador parabenizou os organizadores da festa, pois ao chegar lá, sentiu um novo Campo Alegre, estava limpa, bonita, o terreno adquirido no governo anterior fez com que a festa ficasse muito mais bonita, porque a festa era na rua. Ressaltou que, foi contatado o presidente da associação de Santa Rita da Floresta, que está proibido falar em nome de vereador e demais autoridades que não sejam do governo, no momento dos festejos, acha que isso fica feio para o governo executivo. Na sequência, em resposta ao sugerido pelo Ver. José Augusto, a presidente disse que, como se trata de um mesmo assunto tratado por vários vereadores que, neste caso, deverá ser feito um documento assinado por todos os vereadores, encaminhado ao executivo, para receber do mesmo uma resposta, para não ficar esse disse me disse se aconteceu se não aconteceu, porque ficará mais transparente, e esclarecerá o assunto. Porém, lembrou que em evento recente, que foi a inauguração da sede própria do IPAM, foi falado o nome de todos os vereadores presentes. Quebrando o Regimento, o Ver. Rafael Carvalhaes lembrou que o citado evento foi diferente, inclusive contou com a presença de autoridades de outros municípios, foi um evento totalmente diferente onde foi franqueada a palavra a todos os vereadores. Em seguida, fez uso da palavra o Ver. Ciro Fernandes para comentar seu projeto de lei que cria o programa de merenda ecológica no município, sugerindo que cinquenta por cento da merenda escolar seja ecológica, sendo o mesmo não só de apoio às escolas, mas também aos produtores rurais, que poderão fornecer parte dessa merenda para o município. Em aparte, o Ver. Tadeu Leite disse que o projeto é bom, mas precisam conversar para melhorar algumas coisas, de fato o projeto vai ajudar aqueles agricultores familiares, que poderão fornecer para o município, gerando renda e fazendo o dinheiro circular no município. Também em aparte, o Ver. José Augusto disse que está correto e desde já, pode contar com seu voto, pois isso incentivará o homem do campo a plantar, colher, de forma que está de acordo. Retornando a sua falação, o Ver. Ciro Fernandes agradeceu aos apartes, dizendo que se os vereadores tiverem emendas para fazer, isso ó irá abrilhantar ainda mais o seu projeto e ajudar o município. Finalizando, o vereador solicitou a presidente, que em momento oportuno o autorizasse a fazer a entrega da moção de Parabenização a Presidente do IPAM, senhora Darcília de Fátima e a dona Eva, pois hoje todos tem certeza que o IPAM vem trabalhando para o bem dos servidores. A seguir, fez uso da Tribuna ao vereadora Emanuela Teixeira para falar que está sendo feito no Paraíba, um curso de beneficiamento de pescada, com trinta e quatro participantes, dentre eles pescadores, mulheres de pescadores e pessoas da comunidade, curso esse, fruto de um convênio feito pelo prefeito com a FIPERJ, que foi de grande importância. Ressaltou que o secretário de desenvolvimento e pesca esteve em Paraíba, e ela fez o pedido de cursos para a região, hoje conversou com a Dona Dalva, que está dando o curso e com o Amaro que está ajudando, eles falaram sobre a construção da cooperativa, porque não adianta ter a cooperativa e não saber como produzir, além, dos cuidados de higiene que começam quando se pesca o peixe. Esse curso que está sendo feito no distrito foi abraçado pela comunidade, e se os vereadores quiserem participar do encerramento, amanhã às 13 horas, razão pela qual, estão todos convidados. Finalizando, a vereadora parabenizou a senhora Madalena, Secretária de Assistência Social, pela festa realizada hoje em Paraíba em comemoração ao dia das crianças, foi uma festa maravilhosa, que será realizada também nos demais distritos. Em aparte, o Ver. Ciro parabenizou a vereadora por estar correndo atrás de melhorias para o seu distrito, pelo seu interesse de melhorar a vida da comunidade, bem como pelo seu desempenho como vereadora na Casa, que a cada dia está melhor. Com relação ao curso, acha que é de grande importância gerar renda para os pescadores que, na época da desova, não podem praticar a pesca, e essa cooperativa vai gerar renda para esses pescadores. Retornando a sua oratória, a vereadora Emanuela disse que o curso ensina a fazer nuggets de peixe, hambúrgueres e linguiça, que em breve serão vendidos na feira da roça, que será feita em Cantagalo. Finalizando, a presidente convidou senhora Eva e senhora Darcília de Fátima, Diretora-Presidente do IPAM, e o senhor Dalton Ivo, para receber a Moção de Parabenização das mãos do Ver. Ciro Fernandes. Após receber a moção a senhora Fátima agradeceu a homenagem feita pelo vereador, bem como agradeceu também aos demais vereadores da Casa, e ressaltou que, o que dá dignidade aos idosos é o reconhecimento do trabalho de toda uma vida. Nada mais havendo a ser tratado, a Presidente anunciou para a ordem do dia da próxima sessão as matérias que ficarem prontas. Agradecendo a presença de todos, deu por encerrada a sessão, que, para constar eu, Ciro Fernandes Pinto, 1º Secretário lavrei a presente ata que vai por mim assinada, pelo Presidente e pelo 2º Secretário. Sala das Sessões Patrono Cívico Tiradentes, em 08 de outubro de 2013.

Recent Works

Back-To-Top