Atas das Sessões Plenárias

Ata da 176ª Sessão Ordinária do sexto período de Legislatura da Câmara Municipal de Cantagalo

Ata da 176ª Sessão Ordinária do sexto período de Legislatura da Câmara Municipal de Cantagalo, Estado do Rio de Janeiro, realizada aos dez dias do mês de setembro de dois mil e quinze, às dezoito horas e trinta minutos, sob a Presidência do Vereador Homero Ecard Roque e que contou com a presença dos Vereadores Ciro Fernandes Pinto, Emanuela Teixeira Silva, José Augusto Filho, Ocimar Merim Ladeira e Renata Huguenin de Souza a exceção dos Vereadores Antônio Geraldo Moura Lima, Carlos Tadeu da Silva Leite, Jorge Carlos Carvalho Quindeler, Rafael Silva Carvalhaes  e Sebastião Carvalho Cesário. Em seguida, o presidente convidou o Ver. Ocimar Merim Ladeira e Ciro Fernandes Pinto, para compor a Mesa respectivamente como 1º Secretário e 2º Secretário. Na sequência solicitou a leitura da Ata da 174ª Sessão Ordinária que após ser lida obteve aprovação por unanimidade dos presentes. A seguir, o presidente solicitou a leitura do expediente recebido que constou do seguinte: PODER EXECUTIVO: Ofício n.º 065/2015; MATÉRIA PARA DISCUSSÃO E VOTAÇÃO: Projeto de Lei n.º 038/2015, para única discussão e votação. Em seguida, o presidente convidou a todos, para de pé, acompanhar a leitura do Evangelho de Jesus Cristo, segundo Lucas Capítulo 6, Vers. 27-38. Em seguida, o presidente convidou o Ver. Ocimar Ladeira para inicialmente justificar sua falta às últimas quatro sessões, pois estava doente. Continuando, o vereador parabenizou o Coquinha e o Marquinho por restarem começando uma nova era em Cantagalo, pelo esforço e empenho para fazer a primeira exposição de Cantagalo, porque assim o município poderá se igualar a outras cidades, evoluindo pelo menos na área da agropecuária, pena que o momento no país é ruim, mas as festas não acabam as pessoas acabam arranjando um jeito de fazê-las, mas espera que em um futuro bem próximo as coisas melhorem. A seguir, fez uso da palavra o Ver. José Augusto Filho para inicialmente parabenizar o Coquinha e o sócio dele pela realização da 1ª Expo Galo, desejando que se Deus quiser esse será o pontapé inicial de muitas exposições em Cantagalo. Parabenizou também, o Ver. Ocimar ladeira pela realização dos festejos em Campo Alegre, bem como parabenizou ainda a Vereadora Emanuela Silva pela iniciativa da reunião com o pessoal da barragem. Ressaltou que levaram lá um craque, isso ele já conhece de muitos anos, sempre tem uma pessoa preparada para dizer as coisas, quando você contesta ele responde com o que você disse, ele nunca está errado e você nunca está errado. Ficou chateado porque dali não saiu muita coisa, então, voltou a insistir para que a câmara crie uma comissão para que a mesma busque mais coisas da Ligth, busque mais coisas da justiça, porque não foi publicado e já estão querendo começar as negociações, e ficou triste também porque não viu cinquenta por cento dos proprietários que serão atingidos. Em sua opinião, aquele grupo de pessoas do passado ficou mais unido, e acha que essa comissão terá que trabalhar a união das pessoas que serão atingidas, porque talvez não sejam tantas as maravilhas como a gente vê esse pessoal falando. Comentou também que, não saiu daqui para ir ao Paraíba falar de política, e o primeiro a falar como é de praxe, foi o senhor prefeito, que usou de desrespeito com os vereadores e com esta Casa Legislativa, achou que ele foi de uma falta de educação, falar que não faz parte de grupinho político, mas ele também não faz, só não o respondeu por não achar que não era hora, porque estava lá para discutir as ações que tinham que ser feitas pelo povo do Paraíba. Ressaltou que, está em dúvida, está achando que ele já assinou aquela situação que o ex-prefeito não assinou para essa coisa da barragem, então, vai investigar, se for o caso, vai falar para o povo. Ele falou que não faz parte de grupinho, mas o grupinho que ele fala que estivemos foi o grupo que o levou, porque ele não conseguiu ganhar para síndico do prédio, então, hoje se ele é prefeito de Cantagalo deve agradecer a esse grupo, se ele quer abandonar é problema dele, falar de golpe, ninguém quer dar golpe não, tem uma CPI criada legitimamente por esta Casa, queira ele ou não queira, então, o prefeito deveria ter respeito por esta Casa, o que ele não tem, é um homem sem educação, sem ética e sem respeito. Em aparte, a Vereadora Emanuela Silva disse que, na reunião em São Fidélis ela foi acompanhada de três pescadores, lá ela foi saber que já haviam sido feitas outras reuniões com mais de cem pescadores, e não tinha um do Paraíba, então, ela falou que exigia como vereadora e representante do quarto distrito, uma reunião com os pescadores e produtores proprietários, mas eles não aceitaram e disseram que só fariam com os pescadores. Então, ela fez a reunião com os pescadores e convidou o pessoal da comunidade e alguns produtores, porque eles não aceitaram fazer a reunião com os produtores, mas seu objetivo foi mostrar para a comunidade que eles estão quietinhos, porém, estão trabalhando, porque a comunidade em si não está acreditando o quanto eles estão à frente do que mostram. Finalizando, a vereadora disse que o aparteado está certo em querer fazer uma comissão, porque eles não querem nem saber do povo, se fala de tudo, mas do povo não se fala. Retornando a sua falação, o Ver. José Augusto agradeceu o aparte e disse que isso vai ter que ser bastante discutido para dar força aquela comunidade. Dando sequência aos trabalhos, o presidente passou para ordem do dia colocando em única discussão e votação o Projeto Lei n.º 038/2015, que Dispõe sobre Abertura de Crédito Adicional Especial e dá outras providências, no valor de R$ 150.000,00, de autoria do Poder Não havendo quem quisesse discutir, em votação o projeto obteve aprovação em única discussão e votação por unanimidade dos presentes. Nada mais havendo a ser tratado, o presidente agradeceu a presença de todos, e deu por encerrada a sessão, que, para constar eu, Ocimar Merim Ladeira, 1º Secretário lavrei a presente ata que vai por mim assinada, pelo Presidente e pelo 2º Secretário. Sala das Sessões Patrono Cívico Tiradentes, em 10 de setembro de 2015.

Tags:

Recent Works

Back-To-Top