Atas das Sessões Plenárias

Ata da 261ª Sessão Ordinária do oitavo período de Legislatura da Câmara Municipal de Cantagalo

Ata da 261ª Sessão Ordinária do oitavo período de Legislatura da Câmara Municipal de Cantagalo, Estado do Rio de Janeiro, realizada aos treze dias do mês de outubro de dois mil e dezesseis, às dezoito horas e trinta minutos, sob a Presidência do Vereador José Augusto Filho e que contou com a presença dos Vereadores Antônio Geraldo Moura Lima, Carlos Tadeu da Silva Leite, Ciro Fernandes Pinto, Jorge Carlos Carvalho Quindeler, Ocimar Merim Ladeira, Renata Huguenin de Souza e Rafael Silva Carvalhaes a exceção da Vereadora Emanuela Teixeira Silva e dos Vereadores Homero Ecard Roque e Sebastião Carvalho Cesário. A seguir, o presidente convidou o Ver. Antônio Geraldo Moura Lima para compor a Mesa Executiva como Primeiro Secretário, e após isso solicitou do assessor de comunicação à leitura da ata da sessão anterior, que após ser lida, obteve aprovação por unanimidade. Na sequência, o presidente solicitou a leitura do expediente recebido, que contou do seguinte: PODER LEGISLATIVO: Pareceres da Comissão de Constituição, Justiça e Redação Final aos Projetos de Lei n.º 016/2016, 022/2016, 023/2016, 026/2016 e 028/2016; MATÉRIA PARA DISCUSSÃO E VOTAÇÃO: Projeto de Lei n.º 031/2016, para única discussão e votação. A seguir, o presidente convidou a todos para de pé acompanhar a leitura do Evangelho de Jesus Cristo, segundo Lucas Capítulo 11, Vers. 47-54. A seguir, segundo a ordem de inscrição, fez uso da palavra o Ver. Rafael Carvalhaes que, justificou sua falta à sessão anterior, pois teve um problema de cunho pessoal e não foi possível comparecer. Na sequência, fez uso da palavra o Ocimar Ladeira para dizer que ontem foi a uma festa em comemoração ao Dia das Crianças em Campo Alegre, e ficou lá para visitar o colégio e o posto de saúde, aonde chegou hoje às oito horas da manhã, mas acha que deu azar, porque parece que o motorista do carro que vai para o Paraíba passou mal e teve que ficar no hospital, ai mandou o médico de Paraíba e o enfermeiro foi no carro de Euclidelândia. Mas hoje era dia do enfermeiro em Campo Alegre, ele parou em Campo Alegre com a doutora e disse que não poderia ficar, pois tinha que ir para o Paraíba. Não sabe se é culpa da organização da secretaria de transporte, porque ainda eram oito e meia, e em meia hora ou quarenta minutos ele atenderia bem as pessoas que aguardavam para mostrar exames. Em sua opinião, nós os vereadores, a partir do ano que vem talvez tenhamos que andar mais por esses postos, pois descobriu hoje que isso vem acontecendo com frequência, e as pessoas saem de suas casas a pé, às vezes de moto, e a pessoa passa ali e não pode perder meia hora para atender o usuário, e tinha umas quatro pessoas aguardando para mostrar o exame, para poder prescrever e fazer outros tipos de exames, não está acusando ninguém, mas é uma coisa chata, porque só daqui a quinze dias que vai voltar lá, então, não é a saúde que está ruim, mas o próprio pessoal está estragando a saúde, isso é falta de comando. Em aparte, o Ver. Ciro Fernandes disse que é a má administração, porque ele é um porcalhão, um abestado, e ele nem sabe para o que veio, não sabe nem se nesses quatro anos Cantagalo teve prefeito, era a esperança da mudança e da renovação da política em Cantagalo, mas sinceramente foi um abestalhado, um incompetente que não teve coragem e hombridade de comandar seus subordinados, e Cantagalo mais quatro anos atrasado. Retornando a sua falação, o Ver. Ocimar Ladeira disse que o motorista veio e passou mal com problema de coluna, então, o hospital tinha que arrumar um motorista e usar o próprio carro da saúde e retornar, não ter que apanhar um carro de Euclidelândia. Pior ainda foi descobrir outro erro, Campo Alegre estava com dois carros parados, um da saúde e um do transporte, o da saúde fica todos os dias parado e é emprestado para a educação, então, onde está faltando carro para a saúde, estão sendo desviadas verbas da saúde, estão desviando carro para a educação, então, temos que por na cabeça que temos mesmo que fiscalizar, pois tem muitas coisas correndo bambas, e o povo está sofrendo. Dando sequência aos trabalhos, o presidente passou para ordem do dia colocando em única discussão e votação o Projeto de Lei n.º 031/2016, que Dispõe sobre abertura de Crédito Adicional Suplementar e dá outras providências, de autoria do Poder Executivo. Após justificativa da líder do governo, Vereadora Renata Huguenin, em votação, o projeto obteve aprovação em única discussão e votação por unanimidade dos presentes. Nada mais havendo a ser tratado, o presidente anunciou para ordem do dia da próxima sessão, os Projetos de Lei n.º 016/2016, 022/2016, 023/2016, 026/2016 e 028/2016, para única discussão e votação. Agradeceu a presença de todos, e deu por encerrada a sessão, que para constar eu, Antônio Geraldo Moura Lima, 1º Secretário lavrei a presente ata que vai por mim assinada, pelo Presidente e pelo 2º Secretário. Sala das Sessões Patrono Cívico Tiradentes, em 13 de outubro de 2016.

Tags:

Deixe seu Comentário

Recent Works

Back-To-Top