Homenagem ao Executivo lembra os prefeitos que marcaram parte dos 200 anos
9 mar
Homenagem ao Executivo lembra os prefeitos que marcaram parte dos 200 anos

993 visitas / RSS Postado por:

Prestar uma homenagem àqueles que foram responsáveis por construir, como representantes diretos do povo, parte da história dos 200 anos de Cantagalo, que serão completados nesse domingo, 9 de março. Este foi o objetivo da Homenagem ao Executivo Cantagalense, evento organizado pela Prefeitura de Cantagalo, através da Secretaria Municipal de Cultura, e realizado na noite da última sexta-feira, 7 de março, na sede da Sociedade Musical 15 de Novembro, no Centro da cidade, como parte da programação do bicentenário do município.

Durante a solenidade, foram entregues medalha, uma pequena bandeira com a logomarca dos 200 anos, uma caneca personalizada, também com a logomarca do bicentenário, e um exemplar do Atlas Histórico e Geográfico de Cantagalo, lançado agora, durante as comemorações de aniversário. Receberam a homenagem familiares e representantes de ex-prefeitos do município, a partir de 1920, quando houve a reforma constitucional criando as prefeituras, dirigidas por prefeitos eleitos diretamente pelo povo para cumprirem mandato por tempo certo, hoje de quatro anos.

Na abertura, a secretária interina de Cultura, Ana Paula Giron, destacou a importância do momento vivido por Cantagalo e, novamente, enfatizou o sentimento de comemoração despertado nas pessoas. “A gente fica muito feliz ao ver que a comemoração dos 200 anos contagiou a população de tal forma que todos querem, de alguma forma, participar, comemorar também, mesmo que seja apenas discutindo o assunto entre conversa com amigos. Conseguimos, novamente, despertar o interesse pelo estudo da nossa rica e importante história, e isso é muito gratificante. Estar aqui, hoje, para reconhecer o trabalho desenvolvido por todos aqueles que passaram pelo Poder Executivo, que deram sua contribuição para a história dos nossos 200 anos, é muito gratificante”, discursou a secretária, que compôs a mesa junto ao prefeito Saulo Gouvea (PT); ao vice-prefeito Edivaldo Oliveira (PMDB); e à presidente da Câmara Municipal, vereadora Renata Huguenin (PSC).

Emocionado em vários momentos, o prefeito Saulo Gouvea não conteve as lágrimas ao falar da sua ligação com o município e do seu compromisso em retribuir. “Todos sabem, não nasci em Cantagalo (Saulo Gouvea nasceu em Palma, Minas Gerais, embora a família seja de Miracema, no Noroeste do estado do Rio de Janeiro). No entanto, mais do que nascer aqui, escolhi esta cidade para viver, a escolhi como a minha terra, a minha casa. Adotei este torrão como o pedaço de chão que amo, onde me radiquei, desenvolvi toda a minha vida profissional, constituí família e onde tenho muitos amigos. Não tenho inimigos em Cantagalo. É aqui que me sinto feliz, um cantagalense realizado (o prefeito possui título de cidadania concedido pela Câmara Municipal). Ser prefeito num momento tão especial, como a comemoração dos 200 anos, não tem preço, só pode ser coisa de Deus. Tenho certeza que não estou aqui por acaso, que tenho uma grande missão, e quero cumpri-la integralmente. Podem ter certeza que tudo farei para retribuir o que recebi e recebo desta cidade. Este ano, além das comemorações, teremos muitas obras, muitos investimentos na melhoria da qualidade de vida de todos nós. A homenagem que também recebo quero dividi-la com todos aqueles por passaram pelo Executivo e construíram essa bela história que nos levou a estar aqui”, disse.

A presidente da Câmara Municipal, Renata Huguenin, e o vice-, Edivaldo Oliveira, também falaram e enalteceram a contribuição de cada um dos ex-prefeitos para a construção da história de Cantagalo. Edivaldo Oliveira, por exemplo, lembrou que nunca um prefeito teve mandato cassado no município. “Enquanto vemos outras cidades envolvidas em complicados processos políticos, que só travam o desenvolvimento e criam sérias instabilidades políticas, sociais e econômicas, temos o orgulho de dizer que nunca cassamos um prefeito. Isto significa que cada um, ao seu estilo, manteve seu compromisso de trabalho com o povo de Cantagalo”, relatou o vice-prefeito, que também já foi vereador.

Já Renata Huguenin preferiu destacar a união de poderes e disse que é importante que o Legislativo cumpra o seu papel fiscalizador, mas sem os exageros que levam à instabilidade política. “Temos cumprido nosso papel sem, no entanto, deixarmos de ser parceiros do Executivo, e isso é que importante para solidificar essa relação em prol do desenvolvimento do nosso município”, completou.

A homenagem obedeceu à ordem cronológica de prefeitos, começando pelo primeiro prefeito eleito, Alberto Augusto Thomaz (1923), até Saulo Gouvea, o 36º prefeito, a partir de 1920 (reforma constitucional, quando foi instituído o cargo de prefeito) e considerando apenas mandato, independentemente de reeleições ou retorno ao cargo. Também recebeu a homenagem o vice-prefeito Edivaldo Oliveira.

Escrito por: Gilmar Marques

Tags:, , , , , ,



Outras Noticias



Tags